FÉ, GIM E UM VELHO SAX

destaqueArtwork051

Ele trouxe a mim
Ele só trouxe a mim
Ele só trouxe aqui
Um velho sax

Não era assim
Não era bem assim
Mas o que vale sempre
É a intenção

Eu tinha gim
Eu tinha muito gim
Também não era bem
A programação

Mas foi pra mim
Um grande dia
Com muito gim
E um velho sax

E com os seus tons de si
Ele alcançou o céu
E Deus respondeu com um sol
Diapasão

Não sei se foi o gim
Mas eu escrevi o que
Não suportava mais
No coração

E foi criado assim
Com um velho sax e gim
Um manifesto
Em forma de oração

Celebramos Deus
Com alegria
Com muito gim
E um velho sax

Published in: on fevereiro 1, 2015 at 12:33 pm  Deixe um comentário  

Coliseu

from Trey Ratcliff at www.stuckincustoms.com

No sonho eu usava chapéu
E tudo cresceu num papel
E nós fomos voltando
Enquanto todo mundo ia
E o dia nascia no céu

O meu coração coliseu
Logo conheceu o apogeu
E foi marcando o tempo
Num tom de taquicardia
E o dia sumia no breu

Pode embalar meu silêncio com jornais
Eu vou enfrentar nossos dias desiguais
E me esforçar pra fazer o melhor

De júri passei a ser réu
E um doce com sabor de mel
Desceu da minha boca
Entrou bem nos seus ouvidos
E perdidos dormimos ao léu

Juramos lutar pra vencer
Chegamos a nos convencer
Mas o tempo é infalível
Senhor da sinceridade
Verdades que eu tento esquecer

Pode embalar meu silêncio com jornais
Eu vou enfrentar nossos dias desiguais
E me esforçar pra fazer o melhor

Published in: on dezembro 1, 2014 at 11:40 pm  Deixe um comentário  
Tags: , ,

VESTIDO

670px-Screen-Shot-2013-04-10-at-11_30_33-PM

 
Estou começando a pintar
O quadro da fascinação
E pra isso eu preciso roubar
As cores do seu vestido
 
Temporal que enxugou os meus medos
Carnaval que sambou meus desejos
Vem pra mim
 
Eu me preparei pra dizer
Mas só prestei atenção
Não soube nem descrever
Uma sombra do seu sorriso
 
Tentação de seguir velhos erros
Atenção, jogue em mim muitos beijos!
Vem pra mim

 

Published in: on novembro 12, 2014 at 7:39 am  Deixe um comentário  
Tags: , ,

Lago

Ela é profunda em um lago raso
Eu sou raso em um mar profundo
Ela ama muito sentir medo
Eu sinto muito medo de amar
Enquanto uma tempestade pode destruir a sua casa
Nem um cometa consegue destruir o meu mundo
Ela é profunda em um lago raso
Eu sou raso em um mar profundo

Ela é uma brisa fresca do verão
Eu sou o ar quente do inverno
Do calor artificial
De uma luz não natural
Garotos pálidos da Sibéria
Sonham com o calor do inferno
Ela é profunda em um lago raso
Eu sou raso em um mar profundo

 

 

 

Published in: on junho 4, 2011 at 9:12 am  Deixe um comentário  

SERRA

Dirigindo ao horizonte
O Por do sol como destino
Meu coração a me frear
Minha corrida ao vazio
Ter que ir
Querer voltar

E na serra da saudade
Me sentia tão menino
Desejando te encontrar
Dirigia assim sozinho
Com o vento
A me beijar

Published in: on novembro 16, 2010 at 1:47 am  Deixe um comentário  

Sorriso

Dizem que é tarde demais
Ou é o medo da escuridão?
À noite eu só quero brincar
De seguir os seus passos no chão

Duvidam cada vez mais
Eu até os meus olhos fechei
Se há quem confie em mim
Eu prometo que chegarei

Baby, no esplendor da minha vida
Eu conheci o seu sorriso
E não negarei
É dia de sol mas está frio
E o meu coração partido
Eu remendei

Do barco ancorado no cais
De lá jamais sairão
Com uma jangada eu vou
Remar contra a solidão

Mas dizem que é longe demais
Ou é o medo de se perder?
Estarei mais distante daqui
E próximo de entender

Baby, no esplendor da minha vida
Eu conheci o seu sorriso
E quase chorei
É dia de sol mas está frio
E o meu coração partido
Eu remendei

Published in: on julho 5, 2010 at 4:02 pm  Comments (1)  

No Fim da Festa

Todo mundo esgotado
Eu estou acabado
E Tiago empolgado
Quer tocar mais uma vez
Mas Tiago tenha calma
Estamos cansados
Demos tudo esta noite
Deixe a gente descansar

Tanto lixo para ser reciclado
Tantos beijos que ficaram no passado
Tanta gente que escolheu o lado errado
E aquele cara tão sozinho
Não arrumou ninguém
No fim da festa

Às vezes estamos em um bloco animado
E nem a mais bela garota
Chama a sua atenção
O motivo deste olhar desmotivado
Foi procurar a noite inteira
E não encontrar você aqui

Os cigarros já foram todos fumados
Mais um dia vai nascendo tão nublado
E a garota que acabou com o namorado
Está sentada no gramado
Não sabe onde ir
No fim da festa

Published in: on julho 5, 2010 at 3:38 pm  Deixe um comentário  

Voz

Eu quero ouvir
Eu quero ver
Quero passar na sua frente
Porque se eu fosse o primeiro
Talvez fosse diferente
E talvez fosse divertido
Um grito
Um gemido
As horas passam e ela dança
Mas na verdade é a sua voz que eu quero ouvir…

Eu quero dançar
Eu quero cantar
Depois fazer tudo de novo
Arrancar o seu sorriso
E descobrir o seu perfume
Talvez fosse divertido
Um amor proibido
Os anos passam e eu não me canso
Na verdade é a sua voz  que eu quero ouvir…

Published in: on junho 10, 2010 at 8:04 pm  Comments (1)  

Across The Universe – The Beatles

Glória aos Beatles!

Tradução:

Palavras flutuam como uma chuva sem fim
Dentro de um copo de papel
Elas se mexem selvagemente
Enquanto deslizam pelo universo
Um monte de mágoas e um punhado de alegrias
Estão passando por minha mente
Me possuindo e acariciando

Glória ao maestro do Universo
Nada vai mudar meu mundo

Imagens de luzes quebradas
Dançam na minha frente como milhões de olhos
Eles me chamam para ir pelo universo
Pensamentos se movem como um vento incansável
Dentro de uma caixa de correio
Elas tropeçam cegamente
Enquanto fazem seu caminho pelo universo

Glória ao maestro do Universo
Nada vai mudar meu mundo

Sons de risos e sombras de amor
Estão tocando meus ouvidos abertos
Me excitando e convidando
Um amor incondicional sem limites
Brilha em minha volta
Como milhões de sóis
E me chamam para ir pelo universo

Glória ao maestro do Universo
Nada vai mudar meu mundo

Published in: on junho 9, 2010 at 5:22 pm  Deixe um comentário  

Ego Parafuso

Fiquei parado por mais de duas horas
Olhando a chuva passar e me trazer
Um sinal
Eu fico ansioso e bebo uma coca-cola
Mesmo sabendo que ela sempre vai
Me fazer mal

Eu vejo o seu rosto moreno
Com olhos pequenos
Bonitos demais
Eu vejo seus lábios
Vermelhos e carnudos
Você é decidida demais
E eu tão confuso
Ego parafuso
Eu preciso ir lá na sua casa
O que parece impossível para mim
É a coisa mais simples do mundo para você…

Tomar uma decisão!

Published in: on junho 4, 2010 at 7:29 pm  Deixe um comentário